Antônio Hideto Kobayashi

De wikITA

Nascido em São Paulo (SP), em 1931, foi o primeiro nikkei a se formar pelo ITA, no curso de Engenharia de Aeronaves. Foi engenheiro de vôo na Real Aerovias e, depois, gerente de manutenção da Vasp. Em suas funções, permaneceu longo tempo nos Estados Unidos nas empresas Lockheed e Boeing.

Ocupou o cargo de chefe de Qualidade da Embraer, empresa em que se aposentou. Faleceu em 2003.

Seu nome foi atribuído a uma das ruas de São José dos Campos. Casado, teve dois filhos.


O parágrafo a seguir foi extraído de Reminiscências de nikkeis pioneiros na Engenharia, de Paulo Soichi Nogami, compiladas por ocasião da comemoração dos 100 anos da imigração japonesa no Brasil:

"Do ITA conheci o único que consta da lista dos pioneiros: Antônio Hideto Kobayashi. Era filho de Midori Kobayashi, o diretor do internato da Rua Galvão Bueno, 407. Na ocasião em que eu era interno de lá, Hideto não passava de um menino de menos de 10 anos. Tinha os cabelos bem negros, com o corte em formato de cuia, e falava somente em japonês. Nem sabia que seu prenome era Antônio. Na época da 2ª Guerra Mundial, o internato teve que ser fechado e os Kobayashi retiraram-se para a Zona Sul, na periferia da capital. Perdi contato com eles. Foi uma surpresa ver o nome de Hideto como o único da lista dos pioneiros e, mais ainda, na condição de primeiro nikkei formado pelo ITA."


Lei Municipal no 6.476 de 05 de janeiro de 2004

O Prefeito Municipal de São José dos Campos faz saber que a Câmara Municipal aprova e ele sanciona e promulga a seguinte Lei:

Art. 1º Fica a Rua 2 (dois) no Bairro Jardim América, Residencial San Marino, denominada de Antônio Hideto Kobayashi.

Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Prefeitura Municipal de São José dos Campos, 05 de janeiro de 2004.

Emanuel Fernandes, Prefeito Municipal

A Rua Dois foi re-batizada como Rua Antônio Hideto Kobayashi em Lei de jan/2004

Links externos

Resumo do TG


Turma de 1955

Imortais iteanos

Ferramentas pessoais