Antenor Gustavo Coelho de Souza

De wikITA

O texto a seguir foi pinçado do livro Você é do tamanho de seus sonhos, de César Souza

O sonho de fabricar aviões estava distante, pois o curso de Engenharia Aeronáutica não existia no Brasil, e seus pais não tinham condições de lhe enviar para o exterior.

Aos 19 anos, decidiu entrar para a Força Aérea Brasileira, mas precisou vencer a resistência da mãe, que não aprovava a idéia de um filho aviador. Formou-se piloto da Aeronáutica. Até que em maio de 1958 um vôo mudou sua vida.

Ozires Silva acompanhou em um vôo o major Antenor Gustavo Coelho de Souza, que cursava o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos, São Paulo. Durante as duas horas de vôo, fez muitas perguntas sobre o curso, e o major o surpreendeu dizendo que ele preenchia todas as condições para concorrer a uma vaga no instituto. ´´Quase não acreditei no que ouvi``, relembra ele.

Em São José dos Campos, Ozires Silva conheceu o coronel Casimiro Montenegro Filho, um dos fundadores do ITA, uma escola de alto nível criada para fomentar a indústria aeronáutica. Em 1964, o já engenheiro aeronáutico Ozires Silva assumiu a chefia do departamento de aeronaves. Quatro anos depois (Outubro de 1968), sua equipe apresentava o protótipo do primeiro avião brasileiro, o Bandeirante.

Links externos

Resumo do TG

Página pessoal na ABRA-CAT

Nova página dos Catalineiros


Turma de 1960

Aviadores Iteanos

Ferramentas pessoais