Bruna Fernandes Vertemati

De wikITA

Nascida na cidade de Uberlândia (MG), em 20/12/1996.

imagem:BrunaVertemati2.jpg

Texto de Érica Heredia publicado no site do Kuadro Pré-vestibular em 25/fev/2019:

Algumas pessoas alimentam sonhos que parecem impossíveis. O curioso é que essas pessoas acreditam tanto que são capazes de realizá-los que não se afobam em alcançá-los. Este é o caso da jovem Bruna Fernandes Vertemati, que estudou durante cinco anos para passar no vestibular do ITA.

Para ela, não servia outra escola. Ela queria a melhor do Brasil. Depois de dois anos de cursinho, os pais não podiam mais pagar escola para ela. Ela decidiu então estudar sozinha: e lá se foram mais dois anos. Por indicação de um amigo, Bruna conheceu o cursinho on-line Kuadro. Determinada e disciplinada, resolveu seguir a orientação dos professores da plataforma.

“No Kuadro, eu consegui ter a mesma liberdade de quando estudava sozinha, de fazer meu cronograma, só que, desta vez, com orientação”, conta a estudante. Bruna tinha como diferencial o foco. Em um ano, com muito esforço, ela passou na vestibular do IME, porém não era esta sua meta. Ela tomou uma decisão difícil: estudar mais um ano para entrar na escola dos sonhos.

“A Bruna, quando chegou aqui, já tinha uma boa base, mas o grande diferencial dela era que estava sempre estudando. Não tinha tempo ruim para ela. Enquanto os outros estavam dispersos, ela estava focada”, conta Markan Filho, coordenador da Turma ITA-IME, do cursinho on-line Kuadro.

Segundo ele, embora estivesse sendo pressionada pelo tempo, Bruna tinha como vantagem a maturidade de quem já tinha prestado várias vezes o vestibular. “Ela tinha um equilíbrio emocional muito grande em relação aos outros alunos”, conta Markan.

No Kuadro, a equipe envolvida na aprovação de um aluno tem como um de seus compromissos valorizar as potencialidades do estudante e ajudá-lo a melhorar nos pontos em que ele precisa se desenvolver.

Bruna se destacava muito em matemática e química. Ela tinha que melhorar em redação, por isso escrevia textos toda semana e conversava com a professora, que a incentivava a manter-se atualizada, e dedicar-se às aulas de filosofia e sociologia.

“Aqui no cursinho Kuadro, antes de começar a orientar o aluno, fazemos um simulado diagnóstico para cada uma das disciplinas e identificamos os pontos que merecem atenção especial para trabalhar com prioridade”, explica Markan.

Lembrar os anos de estudo é algo que emociona demais a Bruna. Depois de fazer a prova do ITA pelo quarto ano consecutivo, ela esperava receber uma ligação com a boa notícia. Como se não bastasse a ansiedade da espera, ela havia perdido o número do celular cadastrado no vestibular do ITA. Restava esperar a lista de aprovados…

“Eu tinha fé. Então um amigo me disse que tinha um presente para mim. Ele me deu a lista de aprovados e meu nome estava lá. Foi uma felicidade indescritível”, conta, emocionada.

“Eu amadureci muito como pessoa. Eu sei aonde eu posso chegar. Eu sei o que posso dar de mim e sei que consigo dar o meu máximo. Eu me sinto realizada, porque é um sonho que já tenho há muito tempo. Todo mundo que sonhou esse sonho comigo se sentiu realizado”, afirmou.

Links externos

História de aprovação


Turma de 2023

Ferramentas pessoais