Buenos Aires, Argentina

De wikITA

Dicas postadas por Christianne Basílio e Silva na ita-net em 12 de novembro de 2010:

Creio que os bairros mais charmosos de Buenos Aires sejam Palermo e a Recoleta, porém nesta última os hotéis costumam ser bem mais caros. Um hotel muito bom (e razoavelmente econômico) em que já fiquei e que recomendaria tranquilamente é o Palermo Suites, bem perto dos agradabilíssimos Bosques de Palermo, onde os portenhos fazem piqueniques, tomam sol, caminham... Para quem curte mais compras, porém, o lugar mais indicado para se hospedar é o Microcentro, preferencialmente em algum ponto entre a Calle Florida e as Galerias Pacífico.

Acho que o melhor programa de Buenos Aires é "flanar", simplesmente; um passeio a pé de uma ponta à outra da Recoleta em um dia tranquilo de sol é algo espetacular. Outro lugar delicioso para caminhar é o revitalizado Puerto Madero; lá estão localizados muitos excelentes restaurantes de "parrilla" - o Cabaña de Las Lilas é de longe o mais famoso, porém indico ainda o El Mirasol e o Aires de Patagonia, que conta também com carnes mais exóticas. Assumindo que você ou seu grupo não sejam vegetarianos (se forem, mil perdões pelo sacrilégio que cometerei), sugiro um belo "ojo de bife" mais mal passado que a mais mal passada carne que vocês já comeram no Brasil - é o ponto que os portenhos chamam de "vuelta-vuelta", ou seja, um instantinho de cada lado na grelha. Tudo bem, sei que carne tão mal passada assim pode não ser tão saudável, mas... ah, who cares, é delicioso.  :-) E, para continuar nas dicas gastronômicas, não se esqueça de parar em alguma filial da gelateria Freddo para um sorvetinho básico... Indico especialmente o de "dulce de leche" e o "tramontana".

Outro belíssimo programa é visitar o Teatro Colón, que foi reinaugurado este ano após uma longa reforma. Com sorte, você pode conseguir ingressos para algum espetáculo na época de sua visita. Outro espaço cultural muito agradável e bem cuidado é o MALBA - Museu de Arte Latino-americana de Bs.As. Já a arte menos institucionalizada pode ser encontrada nas ruas e nos ateliês do bairro de La Boca (onde fica o famoso "Camiñito"), que está para Buenos Aires mais ou menos como o Pelourinho está para Salvador. É um lugar colorido, tradicional, fervilhante e... segundo dizem, um pouco menos seguro à noite que outras regiões da cidade.

Fora isso, há outros lugares de interesse mais específico. É interessante caminhar pela Plaza de Mayo, onde estão as principais construções da administração pública argentina, incluindo a Casa Rosada; ali perto fica o famoso Café Tortoni, que eu nem acho tão espetacular assim, mas é muito tradicional, considerado quase um "must". Há também o Obelisco, um dos cartões-postais de Buenos Aires, que fica bem na Avenida 9 de Julio, considerada uma das mais largas do mundo (bem, para os argentinos, claro, É a mais larga do mundo, mas deve haver quem conteste; de qualquer modo, atravessá-la é uma experiência bem interessante). Para quem gosta de História, outro local digno de visita é o Cemitério da Recoleta, onde, entre diversas personalidades argentinas, encontra-se o corpo mumificado da Evita, que finalmente encontrou sossego lá depois ter atravessado duas vezes o Atlântico num périplo macabro que envolveu disputas políticas, necrofilia, sequestro, trocas de identidade e rituais de bruxaria (se não conhecer a história, procure na internet; é absolutamente bizarra!). Para os amantes do futebol, entre os quais não me encontro, tem o estádio do Boca Juniors ("La Bombonera"), e por aí vai...


Página principal

Ferramentas pessoais