Carlos de Moura Neto

De wikITA

imagem:MouraNeto.jpg

CARLOS DE MOURA NETO é engenheiro metalúrigo pelo Instituto Militar de Engenharia (IME) e mestre em engenharia nuclear na mesma instituição. Doutor em Ciências pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Desenvolveu atividades no CTA, no Instituto de Atividades Espaciais (atual Instituto de Aeronáutica e Espaço) e no Instituto de Estudos Avançados.

Foi Chefe de Gabinete da Reitoria do ITA.

Foi sócio-titular da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais (ABM), onde exerceu as funções de editor executivo da revista Tecnologia em Metalurgia em Materiais (TMM) e editor adjunto da Comissão Editorial.

Foi Acadêmico da Academia Brasileira de Engenharia Militar (Abemi).

Faleceu em decorrência de infarto fulminante em 13 de setembro de 2013.

Depoimento de Daniel Fonseca Lavouras (Bagual AER-94) em e-mail enviado à ita-net por ocasião de seu falecimento:

Uma perda imensa.

Nunca tive aula com o professor Moura Neto, mas eu incomodava muito êle enquanto aluno. Quase todo o intervalo eu aparecia na reitoria (ele era chefe do gabinete no início dos anos 90), com alguma demanda do CASD, da Atlética, etc. Sempre havia muitas pessoas esperando por ele, professores, telefonemas, reitor, enfim, um monte de burocracia. Eu nunca o vi mal humorado e êle sempre, digo sempre mesmo, nos atendia. Diria que êle nos priorizava até. Parece simples, mas nós éramos simples alunos da graduação em meio a uma pauta repleta de muitas responsabilidades. Hoje eu vejo o quanto é difícil para pessoas envolvidas na gestão manter em sua agenda a relevância da essência de qualquer instituição educacional: seus alunos. Falar com êle sempre era uma aula de diplomacia, de gentileza, e de eficiência na gestão do tempo.

Êle não era meu conselheiro oficialmente, mas me defendeu no episódio do roubo das lentes do observatório astronômico, me advertia quando minhas notas ficavam piores do que as já costumeiras ruins, representou o ITA extra-oficialmente no lançamento do carimbo comemorativo da Exposição Filatélica da Semana da Asa, e aparecia do nada em eventos dos alunos, quando menos se esperava. Lembro dele nas largadas da VOCTA, na abertura da O.I. e do Torneio da Semana da Asa.

Sempre que eu ia ao ITA procurava por êle, estes encontros farão falta.

Êle foi o que todo o professor deveria tentar ser: um exemplo.

Meus mais sinceros sentimentos.

Bagual AER-94


Links externos

CV no Sistema de Currículos Lattes


Professores do ITA

Ferramentas pessoais