Depoimento de Sartorelli sobre Fendel

De wikITA

Vou sempre me lembrar do Fendelzão mexendo no seu jipe.

E quando ele subiu nas escadarias do H15 E logo depois o Major Martins chegou furioso tentando descobrir o autor do feito.

Muitos anos depois ele apareceu no nosso grupo de emails. E não cansava de enviar emails para defender suas teorias Inclusive alguns colegas saíram do grupo. Mas atualmente ocorre o contrário, quase não há emails.

Fendel descobriu um local mais adequado para divulgar suas posições: o Facebook. Aí ele era feliz, defendendo o ateísmo e Bolsonaro, achincallhando Lula e a igreja, ridicularizando o aquecimento global, atacando o hidrogênio, a energia eólica , os imigrantes na Alemanha, a produção acadêmicas e muitas outras coisa porque uma hora cansa ler os textos dele.

Uns anos antes de 2010, Zappa descobriu que o Fendel fazia uma palestra da UFRJ (Rio, Ilha do Fundão), Foi impagável, fiquei com pena do bobo Hidrogênio e soube da falácia do aquecimentoglobal.

A única vez que o vi pessoalmente depois dos anos de ITA foi num encontro em São Paulo em 2010 organizado pelo Santacreu. Fez a mesma palestra do Rio e foi o mesmo sucesso. Depois mantinha contato esporádico pelo Facebook.

Tentei convidá-lo para o encontro do ano passado mas ele estava sem grana, não conseguia ir nem para o sábado. Pensei em organizar uma vaquinha e agora me arrependo de não tê-lo feito.

Há anos ele venceu um cancêr e talvez passasse por dificuldades financeiras. Mas agora tudo é passado e que o querido Fendel descanse em paz. Só não posso dizer que ele irá ao encontro do Pai porque ele era um ateu convicto. Se encontrasse o Pai cairia em um profunda depresão.


Depoimento de João Alexandre Sartorelli





Thomas Renatus Fendel

Membros da Turma 82

Turma de 1982

Ferramentas pessoais