Fernando Walter

De wikITA

1963

Tabela de conteúdo

Histórico do Prof. Fernando Walter

Clique para ver texto escrito por Waldecir Perrella e Elder Hemerly

Depoimento de Luiz Monteiro da Franca Neto

(Por ocasião do falecimento do Fernando Walter em agosto de 2013.)

Lamento não poder tê-lo visto mais vezes. O prof. Fernando Walter foi meu conselheiro durante o curso profissional. As vezes parecia extremamente sério e duro, mas tinha um excelente coração.

Ele fez o doutorado em Stanford, e esteve de passagem com uma filha (que fazia Medicina) e o seu filho Richard Walter (que havia se formado no ITA) por essa universidade quando eu lá estava no meio da década de 90. Tivemos a chance de conversar bastante na época. Espero que estes seus filhos e o resto da família esteja muito bem.

Talvez um pouco do seu jeito de pai com seus aconselhados possa ser ilustrado por um evento acontecido comigo. Pelo final do 4º ano, eu havia passado meu limite de faltas. Eu estava preocupado, e fui tentar saber o que ele pensava do problema. Ele me deu uma bronca. Mas, uma bronca bem justificada. "Como você pode faltar tantas vezes se você mora, alimenta-se e dorme a 15 minutos do ITA?" E adicionou: "Sabe quantas vezes eu faltei ou cheguei atrasado em todos os meus 5 anos de aluno aqui? Menos de 5 vezes!!"

Pronto, eu achei que estava perdido. Nao tinha como eu defender minha situação e deixei a sala dele ainda mais preocupado do que quando cheguei.

Mais tarde fui informado que o prof. Fernando Walter havia me defendido muito bem. Meu limite de faltas foi diminuído para o semestre seguinte, de acordo com as regras do ITA, mas tudo correu bem. Fernando Walter, meu querido conselheiro, praticava "tough love", que é ser exigente e às vezes duro na educação de seus alunos e aconselhados por acreditar que esta postura vai ser benéfica para eles no longo prazo.

Se for possivel que esta minha mensagem seja transmitida aos familiares, eu gostaria que eles soubessem de minha gratidão ao prof. Fernando Walter pelo seu apoio no ITA e em Stanford.

Luiz M Franca-Neto (ELE-89)


Depoimento de Isak Kruglianskas

(Enviado ao grupo de e-mails Itaturma63 em 30/8/13.)

Num momento triste como esse não posso deixar de registrar minha tristeza e solidariedade aos familiares.

Há alguns anos fui convidado para lecionar, por um semestre, uma disciplina na pós-graduação do ITA, em um momento de crise para a instituição. Nesse período encontrei o FW algumas vezes e, em uma delas, ele me levou ao seu escritório, onde me mostrou o que eu ouso chamar seu arquivo geral. Na realidade era uma pilha enorme de papéis espalhados sobre o tampo de uma mesa (do tipo de sala de jantar) onde, segundo ele, encontrava-se todo seu material acadêmico desde que havia assumido (há muitos anos) a docência no ITA, e, o que era mais incrível, disse-me ele que sabia exatamente onde encontrar qualquer coisa que precisasse naquele amontoado de papeis, o que muito me impressionou e que guardo como um aspecto folclórico de uma de suas características na forma de ser e agir.

Ao discutirmos, de passagem, em uma dessas ocasiões, uma metodologia da matemática financeira (não me lembro exatamente o que era) ele, apesar de, como eu, não ser do ramo, desenvolveu, posteriormente, um algoritmo sofisticado (ou uma demonstração matemática) que me enviou para provar seus pontos de vista, o que também muito me impressionou.

Sua camaradagem, sorriso permanente e integridade moral estão gravados, de forma definitiva, na minha memória. Cada colega que nos deixa é como um pedaço nosso que se perde. Que repouse em paz.

Isak (ELE-63)

Depoimento de Gilberto Dib

(Enviado ao grupo de e-mails Itaturma63 em 30/8/13.)

Recebo esta notícia com grande tristeza. O Fernando Walter (Play Bolha) foi meu companheiro de quarto durante todos os cinco anos do ITA. Conheci sua família no Guarujá, conheci sua falecida esposa e só não me lembro de ter conhecido seus descendentes, além de saber que tinha uma filha. Mas os 50 anos pós-formatura, durante os quais poucas vezes o encontrei, não apagaram tantas e tantas lembranças daqueles cinco anos.

Como sua brilhante carreira acadêmica comprovou, Fernando tinha uma enorme facilidade para a Física e a Matemática. Uma inesquecível passagem ocorreu durante a Noite da Lagoa, no trote da nossa turma, em que não muito chegado à bebida retornei cedo ao apartamento e tentei resolver um exercício de Física, provavelmente do Waldez, mas não conseguia dar a partida até que o Fernando chegou, bem alto mas não o suficiente para não se interessar, e ainda meio cambaleante e exalando cerveja, sentou-se ao meu lado e descreveu três soluções possíveis para o problema.

Recebendo a notícia de seu falecimento, e lembrando que boa parte de seus estudos têm a ver com anomalias estratosféricas, espero que ele esteja prosseguindo suas buscas agora muito mais próximo do céu que ele ajudou a decifrar.

Que descanse em paz, caro amigo!

Dib (ELE-63)


Turma de 1963

Professores do ITA

Links externos

CV no Sistema de Currículos Lattes

Ferramentas pessoais