Isu Fang

De wikITA

1963
No Jubileu, 11/2013

Isu nasceu em 11/10/40 no Rio de Janeiro. É Engenheiro de Produção pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1963) e é M.Sc. e Ph.D. (1972) pelo Computer Sciences Department, Stanford University.

Foi presidente da Cia. de Processamento de Dados do Município de São Paulo (PRODAM) de 1973 a 1979 e da Elebra Informática de 1980 a 1989.

Atualmente trabalha como consultor e pesquisador nas áreas de administração e planejamento estratégico de empresas de alta tecnologia e órgãos de governo no setor de informática e telecomunicações, na implantação de sistemas de gestão e informação de grande porte, na distribuição e comercialização de produtos de informática e telecomunicações e na negociação de contratos de licenciamento de tecnologia e de fabricação com firmas estrangeiras.

É sócio proprietário da Fang&Ripper Engenheiros Consultores S/C, empresa de consultoria em planejamento estratégico, transferência de tecnologia e implantação de sistemas. Tem ou teve como clientes ASGA Microeletrônica, AT&T Multimidia, AT&T Network Systems do Brasil, Compaq, Digital, Edisa HP do Brasil, Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), Intel, Iridium SudAmerica, Promon, Solaris, STC Telecomunicações, System Software Associates (SSA), Elebra S.A. e SED Magna Distribuidora.

Atualmente é tambem Consultor Colaborador da Fundação Instituto de Administração (FIA), associada ao Departamento de Administração da Faculdade de Economia e Administração (FEA) da USP.

É o autor das Leis de Fang.


Em seu tempo do ITA ele ficou famoso por ser um leitor inveterado de pocket books. Alguns comentários de colegas seus sobre esse aspecto dele, todos de 12/10/16:

Do Isak:

A título de lembrança dos nossos tempos escolares, quero recordar a simbiose entre o Isu e os Pocket Books. Em pé, a pé, de bicicleta, sentado ou deitado, o Isu sempre empunhava um Pocket Book, só dando um intervalo quando estava jogando king ou dormindo.


Do Dalmir:

Nos tempos de ITA o Isu era o cara que eu mais admirava. Capaz de ler pocket books durante as aulas e, ainda assim, tirar as melhores notas nas provas. Pra mim, que lutava, eu achava sua inteligência já próxima da do Einstein.

Também a tabela de juros compostos que você fez para o "bullet man", com quem eu trabalhei no ITA, foi muito usada por nós.


Do Gustavo:

Uma das coisas que me impressionavam muito sobre o Isu na época do ITA é que ele lia "pocket books" nas aulas o tempo todo! Mas ainda assim era um dos melhores alunos da turma. A inteligência era um dos seus talentos.



Turma de 1963

Links externos

Resumo do TG

Isu Fang's home page

Perfil no LinkedIn

Ferramentas pessoais