José Nilo Marcondes Cruz Martins

De wikITA

imagem:JoseNilo62a.jpg

imagem:ZeNilo2.JPG

Depoimento de Hans Harro Heyde em e-mail de março de 2016:

Do álbum de formatura do Colégio Arquidiocesano em 1956

Estudou o ginásio e o cientifico (terceirão), interno, no Colégio Arquidiocesano de São Paulo no bairro de Vila Mariana.

O Arquidiocesano estimulava os alunos: a cada mês havia um boletim , e os alunos eram classificados, o melhor era
o Primeiro da classe. Todos sabiam quem eram os primeiros e quem eram os últimos.

O José Nilo era sempre o primeiro.
Ele era reconhecido como o melhor aluno do colégio - incluindo todas as turmas de todos anos.
Nos desfiles que fazíamos (dia da independencia, etc..) ele era colocado marchando só no inicio do desfile.
Uma baita honra!
Apesar disso era cordato, falava com todo mundo e ajudava quem pedia.

No fim do ano, os irmãos Maristas faziam uma grande cerimônia de entrega de medalhas: ouro, prata e bronze; cada matéria de cada turma tinha as 3 medalhas. Os alunos, todos de uniforme de gala, formavam uma fila enorme, com os menores na frente, e iam entrando no salão do cinema fila por fila, de forma que os que estavam mais atrás podiam ver o que se passava na tela. Os professores ficavam no palco e iam chamando, um a um, cada merecedor de medalha.

Este carinha se levantava de seu lugar (não era um lugar especial, de forma que o aluno chamado tinha que ir se esgueirando pela fila de poltronas) para ir receber a medalha no palco.

O José Nilo, ou Zé Nilo como o chamávamos, vinha com o peito do uniforme de gala coberto de medalhas. Era muito aplaudido.


Casado com Hermélia Aparecida Ferranti Cruz Martins, teve 3 filhos: José, Maria Sílvia e Maria Júlia.

Faleceu vítima de um câncer em 30 de novembro de 1980.


Turma de 1962

Ferramentas pessoais