Luís Paulo Rosemberg

De wikITA

O final da década de 80 foi uma época pródiga em planos econômicos birutas que tentavam inutilmente debelar uma inflação que chegava a quase 80% ao mês.

O Prof. Rosemberg dava uma "Aula Show" no Auditório da MEC na qual analisava a conjuntura econômica brasileira desde Cabral até os dias atuais, procurando explicar falhas e virtudes de cada plano econômico.

Apesar da aula ser numa sexta-feira à tarde, o auditório lotava a ponto de muitos alunos terem que se acomodar no chão...

Não bastasse o horário incômodo, o Prof. ainda vinha de Sampa (num carrão importado que enchia os olhos da molecada) e quase sempre chegava pelo menos meia hora atrasado.

Praticamente sem usar o quadro negro, sem apresentar sequer uma transparência (apenas indicando um ou outro livro), o Prof. Rosemberg dissecava cada período da história do Brasil fazendo um contraponto com a situação em que vivíamos.

De tempos em tempos ele explicava como o dólar iria evoluir pelos próximos N meses o que parecia magia negra. Era incrível vê-lo acertar, com meses de antecedência, as subidas e descidas da moeda.

Dono de um fenomenal bom humor, recheava a aula de piadas e, aproveitando a ausência de mulheres na turma, muitas vezes usava termos dignos de um estivador para explicar conceitos "complexos" como "Índice de Gini", "Demanda Inelástica" e por aí vai...

Às vezes aparecia uma ou outra mulher da pós-graduação. Lembro-me que certa vez o professor deu um exemplo falando sobre como estava evoluindo a produção de "tênis" e calhou dele citar esta palavra olhando firmemente nos olhos da única moça presente naquela sala lotada. Seguiu-se um certo silêncio e ele, ainda olhando firmemente para a moça: "tamanho do tênis, minha senhora, TÊNIS, não é isso que você está pensando..." e o auditório desabou mais uma vez em gargalhadas...


Professores da T90

Ferramentas pessoais