Osvaldo Facundo de Castro Filho

De wikITA

Osvaldo estagiava na Embraer em seu último semestre antes da formatura e era um dos 8 funcionários a bordo do Bandeirante prefixo 2315 que na manhã de 30 de agosto de 1996 saiu para um voo de teste de instrumentos, e se chocou com o Pico dos Três Estados, município de Queluz-SP, matando a todos, inclusive o engenheiro Marcelo Denzin (ELE-93).


Homenagem ao Amigo Osvaldo

(Antônio Rénede Rodrigues de Matos) (ELE-96)

Olho pela janela de vidro. A chuva cai inclinada, morosa e o vento balançando as árvores parece também querer sacudir meus últimos pensamentos. Tudo é muito incompreensível. É difícil absorver os fatos da maneira tão brusca que se quer impor. Observo o passado remoto e o sinto de maneira tão viva, que é impossível imaginar que não vá se estender pelo futuro se já quase me toma o presente.

Ainda não acredito que tu foste embora. Se eu pudesse eu teria trancado a porta, mesmo sabendo que essa decisão não caberia a mim. Se eu tivesse um cavalo, eu sairia correndo atrás de ti, e te resgataria das mãos de quem quer que seja mesmo sabendo que eu não poderia interferir. Se eu pudesse, ah, se eu pudesse, tu estarias aqui sorrindo e a gente combinando as diversas parcerias que tanto nos fizeram felizes.

A chuva continua caindo e de novo me lembra que de nada adiantam meus pensamentos frugazes. Mas ela não pode apenas cair e simplesmente ignorar que desejo ardentemente a tua presença. E de que adiantam minhas considerações. Como se risse de mim, ela parece me sussurar ao ouvido com palavras bem claras: Ele se foi! Estava escrito!

Fecho a janela e olhando para o teu "canto" encontro a paz necessária para ignorar essa chuva em forma de destino ou esse destino em forma de chuva que insiste em me dizer que estaria na hora de tu ires. Tu partiste? Talvez a tua missão aqui tenha chegado ao fim. Mas estou certo, de que em algum lugar, continuas a realizar tua missão, e um dia, quando nos encontrarmos eu te perguntarei o que sempre aqui te perguntava de maneira extremamente prazerosa:

- Oi Osvaldo! O que tens feito?

Links externos

Relatório do acidente


Turma de 1996

Ferramentas pessoais