Raimundo Rodrigues Pereira

De wikITA

O artigo a seguir foi publicado n'O Suplemento #6, de abril de 1995

Raimundo, um iteano no quarto poder

Nasceu em Exu, Pernambuco, terra de outras personalidades famosas como por exemplo, Luiz Gonzaga (o da sanfona mesmo). Irriquieto por natureza, inicialmente achou que iria ser escritor ( o que não deixa de ser uma verdade hoje) e depois jogador de futebol. Foi dispensado numa peneira do Palmeiras no mesmo dia em que o Rivelino também foi, de onde se conclui que naquela oportunidade, o "olheiro" estava cego, e que pelo menos nisso o Rivelino e o nosso amigo Raimundo tem alguma coisa em comum.

Mais tarde prestou vestibular para o ITA e passou em 2 anos seguidos, pois no primeiro não pôde entrar porque não tinha o colegial completo. No ITA recebeu o artístico apelido de DANA KEY, por sua "semelhança" com o ator Danny Kaye, e imediatamente começou a participar de todas as atividades culturais, como teatro, shows, imprensa (O Suplemento) e esportivas, chegando à ponta direita da equipe iteana. Enquanto isso, ia fazendo o seu curso de engenharia, para o qual utilizava o lado esquerdo do cérebro, que serviu para capacitá-lo a entrar no ITA.

Desde cedo, seus artigos polêmicos e muito mais engraçados do que ideológicos, atingiram o universo iteano e joseense. Foi assim que em 1964, já no quinto ano, desligou-se da escola (contra a vontade) e foi fazer um curso de física na USP. Logo em seguida, a vocação e o talento foram mais fortes e ele entrou definitivamente no jornalismo. Trabalhou em diversos órgãos, como: Médico Moderno, Folha da Tarde, Veja, Realidade, Opinião, Movimento, Retrato Brasil, Isto é, Playboy (onde jura que jamais foi convidado para ser modelo) e novamente Veja. Seu estilo se caracteriza por uma ampla pesquisa para servir de base a um texto preciso e informativo, que ele atribui ao curso de engenharia e a um inestimável aprendizado no Centro Acadêmico e nas atividades extra-curriculares do ITA.


Recebeu o título de Engenheiro Honoris Causa em 08/12/2005.

Ver o TCC de Júlia Rabahie e Rafale Faustino Contracorrente: a História de Raimundo Rodrigues Pereira, São Paulo: Faculdade Cásper Líbero, 2013.


Turma de 1963

Turma de 1964

Ferramentas pessoais