Sérgio Pereira da Silva Porto

De wikITA

Sergio Pereira da Silva Porto (1926-79), bacharel e licenciado em química pela Faculdade Nacional de Filosofia (FNFi) da Universidade do Brasil (UB), hoje UFRJ, foi durante curto espaço de tempo auxiliar de ensino, inicialmente de química orgânica e em seguida de físico-química. Nesse período, exercia também a função de professor de química no Colégio Estadual, em Niterói. Obteve o grau de doutor em física na Johns Hopkins University, passando então a atuar nesse campo da ciência. Sergio Porto, pioneiro no estudo das aplicações do raio laser, especialmente no uso dessa fonte de radiação em espectroscopia Raman e em medicina, tornou-se um dos cientistas brasileiros mais famosos no exterior. Integram seu currículo a apresentação de cerca de quarenta trabalhos em sociedades profissionais e a de sessenta palestras por convites de entidades científicas de diversos países. Nos Estados Unidos, foi pesquisador e supervisor de pesquisas do Departamento de Eletrônica Quântica dos Bell Telephone Laboratories e professor de física e engenharia elétrica na University of Southern California. No Brasil, exerceu o magistério no Departamento de Física do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos (SP), e no Instituto de Física Gleb Wathagin, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Na Unicamp, criou um grupo de eletrônica quântica e exerceu a coordenação geral dos institutos. Sergio Porto batalhou ativamente na promoção de oportunidades educacionais e de pesquisa nos Estados Unidos para estudantes latino-americanos de física e engenharia (Mooradian, 1979, p. vii).

Adorava jogar futebol. Faleceu jogando uma pelada de futebol em Moscou em 1979.


Fonte: História, Ciências, Saúde-Manguinhos versionPrint ISSN 0104-5970 Hist. cienc. saude-Manguinhos vol.9 no.3 Rio de Janeiro Sept./Dec. 2002


Voltar para Professores do ITA

Ferramentas pessoais