T62 Pedro Luiz: Hodierno Amor

De wikITA

         Hodierno amor


Vejo a mulher, no colo o filho amado,
do frio a o proteger com seu carinho,
no anoitecer levando-o com cuidado,
as pedras evitando do caminho...

Esse gesto de amor tão comesinho
deve entretanto muito ser louvado
e assim o faço, pois hoje me alinho
com os que o mundo veem deformado...

Ele parou e um beijo, em ritmo lento,
deu na fronte coberta do rebento,
cena tocante sob um luar de prata...

Apressei o meu passo... Dessa criança
quis ver no rosto a imagem da esperança,
mas oh, era em verdade um vira-lata!...


14/9/2016

Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto

Ferramentas pessoais