T62 Pedro Luiz: Morte e vida

De wikITA

Morte e vida


Hoje me vi a pensar na morte, num repente,
como no seu dramático significado,
o fim de tudo, ou como crê inda muita gente,
a passagem da alma a um outro ignoto estado...

O espírito, destarte, vive eternamente
conforme uns, sempre a ser aos poucos melhorado,
para outros, dependendo do seu precedente,
um sofrimento atroz ou a um clímax alçado...

Fico mais c’os ateus, que não esperam nada,
mas também com Millôr, pensador para quem
“morte é uma coisa a se deixar para depois...”

Assim, viva-se a vida, adrede aproveitada,
que tarde muito a hora a qual, nefanda, vem,
porém, então, com glória e em paz, morramos pois!...

13/4/2018, sexta-feira


Pedro Luiz de Oliveira Costa Neto

Ferramentas pessoais