Thomas Renatus Fendel

De wikITA

Fendel faleceu em 4/2/2018. Sofreu um infarto

Depoimento do filho Markus sobre Fendel

Depoimento de Sartorelli sobre Fendel

Depoimento de Cícero sobre Fendel

Depoimento de Loures sobre Fendel

Depoimento de Catarina sobre Fendel

Depoimento de Norma Maria do Valle sobre Fendel

Depoimento de Fendel sobre um encontro de 2010 em São Paulo



Texto de Sartorelli sobre o Fendel (claramente satírico)

Segundo o Sartô45cm:

Fendel, acionista minoritário da Petrobras e grande defensor da concentração de recursos energéticos. Torcedor apaixonado do Coxa, está arrasado com o rebaixamento. Mas resta o consolo da copa da África, na qual torcerá apaixonadamente pelo scratch canarinho. Atualmente é casado com Lili Carabina que está muito contente com o seu calibre e não troca o Fendelzão por nenhum Sarteaux quarante.

Imagem:Fendel.jpg




Texto do Fendel

Segundo eu:

Sou ateu praticante fanático...

Detesto futebol e qualquer esporte profissional ou amador...

Competição válida para mim seria uma fórmula 1 com tecnologia livre e restrições de consumo... e sem piloto humano...

Estou no meu terceiro casamento/amigamento, desta feita com uma Índia que veio acompanhada da Mamagaia, agora com 7 anos. Celebramos um casamento-seminário de bioenergia-festa caipira há uns 3 a 4 anos passados. Do primeiro casamento resultou meu filhote Markus de 17 anos, que viveu tempos em SJC e agora está fazendo economia (ou deseconomia) em Curitiba.

Dedico mais da metade de meu tempo e recursos ao desabobalhamento humanitário.

Quanto à porcobráisch do nosso querido Sartô45cm defendo a descentralização das coisas, e sugiro impostos, preços e taxas maiores aos grandes. Fico indignado que a porcobráisch consegue postergar leis mais limpas ao conama... e impedir o uso de eficientes e limpos motores a OV (ou Diesel) neççepaísch de boschta.

Escrevi um livro, disponível grátis em http://www.fendel.com.br (link não está funcionando)

Entre minhas invenções (por analogia) consta a ENEREDE ou ENERNET... que um dia há de substituir a geração centralizada de EE...

Em tempo: fui expurso do ceporra nos idos de 83 ou 84... e terminei me formando eng. mec. na FEG em Guaratinguetá- SP, que me acolheu felizmente sem vestibular, graças à benevolência de alguns professores iteanos que lá davam aulas... e acabei tirando o primeiro 10 da escola na matéria "mecânica dos flúidos"...

Quando resolvi fazer vestibular pro ITA, não sabia que era militar... e optei por este teste devido ao fato de não ter provas de história, geografia e literatura, coisas que até hoje me arrepiam...

Depois que passei no ITA, abandonei o outro processo de seleção de outro ceporra em Curitiba... e então certo dia um merda de milico me telefonou... esculachou e perguntou se estava em posição de sentido...

Fiquei anos em situação militar indefinida e complicada...

(depoimento em dezembro/2009)


Imagem:Fendel_1.jpg

Fendel em seu habitat
Fendel cavalheiro
Fendel typisch deutsch
A família Weber sente-se honrada com Fendel pelo seu espírito altruísta e ampla visão de mundo. Somos muito orgulhosos de ser seus amigos. - Rio Negro, 22/07/2017 - 16o. Weber Fest
Fendel, Loures(Fendel desconfiava que era ele), Ricardito e Steinkirch (e o famoso Jipe do Fendel)










































































































Membros da Turma 82

Turma de 1982

Ferramentas pessoais