Urbano Ernesto Stumpf

De wikITA

Urbano Ernesto Stumpf nasceu em Não Me Toque-RS em 15 de Janeiro de 1916 e faleceu em 17 de Maio de 1998.

É tido como o "pai do motor a álcool".

Foi sargento na Escola de Especialistas da Aeronáutica, na área de Mecânica de Motores.

Formou-se em Engenharia Aeronáutica na Turma de 1950 do ITA.

Foi um dos fundadores e um dos primeiros presidentes da AEITA.

Iniciou seus estudos sobre a viabilidade do álcool como combustível neste mesmo instituto no ano seguinte.

Trabalhou na Escola de Engenharia da USP, em São Carlos (1959-1964) e na Universidade de Brasília (1965-1972) entre outras.

Graças a isto, divulgou suas idéias pelo meio acadêmico do Brasil.

Quando da primeira crise do petróleo em 1973, o CTA incumbiu-o de realizar estudos técnicos sobre o etanol que permitiram que o governo mais tarde criasse o pró-álcool.

Durante três anos, de 1973 a 1976, realizou experiências com diversos tipos de motores adaptando-os para o uso do álcool combustível.

Nesta fase de experiências coordenou os trabalhos desenvolvidos por técnicos e engenheiros da Divisão de Motores do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IPD).

Em 1975, apresentou os resultados de seus estudos ao presidente Ernesto Geisel fato que contribuiu decisivamente para que o governo brasileiro criasse um programa de substituição de combustíveis derivados de petróleo por álcool, o PROALCOOL.

Nesse mesmo ano, começa a circular o primeiro veículo movido a álcool (um modelo Dodge Polara, que atualmente está exposto no Memorial Aeroespacial Brasileiro) e é criado o pró-álcool.

No dia 19 de outubro de 1976, teve início o circuito de integração nacional. Uma experiência em que três carros (um Dodge, um Fusca e um Gurgel Xavante) movidos a álcool partiram do CTA. Percorreram nove estados brasileiros totalizando oito mil e quinhentos quilômetros de distância e retornando 21 dias depois ao ponto de partida.

Finalmente o carro a álcool torna-se uma realidade.

Até o ano de 1982, o professor Urbano Ernesto Stumpf viajou por vários países do mundo divulgando as vantagens do etanol. Esteve na Áustria, Nova Zelândia, Alemanha, França e Estados Unidos participando de simpósios demonstrando a evolução do motor a álcool.

Pela relevante contribuição ao progresso tecnológico do País, Stumpf recebeu, em 1984, o “Prêmio IBM de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico”.

Infelizmente, o inventor é pouco conhecido do grande público, apesar de suas contribuições para o desenvolvimento da ciência brasileira.

Em 9 de Novembro de 2004, o presidente Luiz Inácio Lula Da Silva sancionou a lei Nº 10.968, batizando o Aeroporto de São José dos Campos como: "Aeroporto Professor Urbano Ernesto Stumpf".



Turma de 1950

Ferramentas pessoais