Xingu

De wikITA

O Xingu surgiu em 1976 e era um derivado do EMB-110 Bandeirante. Seus motores eram os mesmos do Bandeirante, em versão otimizada para grandes altitudes. O Xingu é considerado, em alguns aspectos, superior ao Beech C-90 King Air, como por exemplo a sua performance em pistas curtas e não pavimentadas, além de sua enorme robustez.

Essa foi a primeira aeronave executiva projetada e construída no Brasil, e também o primeiro avião nacional com cabine pressurizada. Foi exportado para a Marinha e Força Aérea da França, que os utilizam até hoje como avião de treinamento multimotor, formando os pilotos de transporte militar franceses.

Motores: 2 turboélices Pratt & Whitney Canadá PT6A-28 de 507 kW (680 shp) cada.

EMB-121 Xingu sobrevoando o aeroporto de Edinburgh

Velocidade de cruzeiro: 450 km/h (243 knots)

Autonomia: 2.270 km (1.200 nautical miles)

Teto operacional: 8.000 m (26.000 ft)

Peso vazio: 3.620 kg (7.980 lbs)

Peso máximo 5.670 kg (12.500 lbs)

Envergadura 14,45 m (47,4 ft)

Comprimento 12,25 m (40,2 ft)

Altura 4,74 m (15,6 ft)

Primeiro Vôo: 10 de Outubro de 1976

Aeronaves produzidas: 105 da versão 1 e ??? da versão II

Xingu II do Governo da Bahia
Xingu II da ABC Taxi Aéreo de Uberlândia-MG

Embraer

Ferramentas pessoais